À mesa com São Domingos

à mesa com são domingos

Neste ano, o dia de São Domingos traz a celebração dos 8 séculos de seu legado. Para comemorar, receberemos no dia 11 de agosto (9h00), no Colégio Rosário, representantes da comunidade dominicana, as irmãs dominicanas, nossos educadores e estudantes numa grande acolhida à mesa de São Domingos, inspirados em um de seus mais belos milagres. Todos estão convidados a participarem conosco, partilhando um momento de conhecimento, reflexão e espiritualidade no nosso canal no Youtube.

Você conhece o milagre da multiplicação do pão e do vinho e São Domingos?

Estando São Domingos no Convento de São Sisto, em Roma, envia – como era costume – dois membros da ordem a pedir esmola de pão para alimento dos dominicanos. Nesse dia, os frades não conseguiram encontrar alma caridosa que lhes desse pão. De regresso à casa, passam por uma mulher afeiçoada à Ordem que, vendo-os sem alimento, dá-lhes um pouco do seu pão. Continuando a jornada, encontram um jovem que insistentemente lhes pede o pouco pão que levam consigo. Eles bem lhe explicam que o que levam é muito pouco e insuficiente para alimentar os frades que os esperam no convento, mas o jovem continua a insistir. Os dois dominicanos decidem então que, sendo o pão tão pouco para repartir entre os frades, o melhor seria dá-lo. Se assim, entregaram o pão ao jovem, o qual rapidamente desapareceu sem eles perceberem como.

Chegados ao convento, contam o sucedido a São Domingos, que lhes diz que o jovem que encontraram era um anjo enviado por Deus e que não se preocupassem, pois o Senhor iria alimentar os seus servos.

Domingos mandou que a comunidade se reunisse no refeitório para comer. Os frades questionam-no, perguntando porque iriam para a mesa quando não havia nada para comer. Ao que São Domingos enfatiza: “O Senhor alimentará os seus servos”. Juntam-se à mesa do refeitório e, após a bênção, começam a rezar.

O Milagre da multiplicação do pão e do vinho por S. Domingos. Óleo sobre tela. Pintor: António André. Ca 1619-1623. Museu de Aveiro

De repente, surgem dois belos jovens carregando cestos com pães, distribuindo-os pelas mesas. Depois de terem entregue a São Domingos um pão de aspecto maravilhoso, o qual este agradece com uma reverência, desaparecem sem deixar rastro. São Domingos diz aos seus: “Comei, irmãos, o pão que o Senhor nos enviou”.

Quando começam a comer o pão, Domingos pede que lhe tragam vinho. Respondem estes que não havia vinho. São Domingos insiste e diz para buscarem onde o guardavam, pois o Senhor os tinha provido dele. De fato, quando foram abastecer-se encontraram as vasilhas cheias de vinho. Disse-lhes então São Domingos: “Bebei, irmãos, o vinho que o Senhor nos enviou”.

Como se pode constatar, existe alguma semelhança entre este milagre e a multiplicação de pão e de vinho realizada por Cristo (Mt 14,13-22; Mc 6,30-44; Lc 9,10-17; Jo 6,1-14; Jo 2, 1-11).

Fonte: Saberes cruzados

 

Leia também:

#SomosEducaçãoCatólica

A educação deve atuar em favor da vida e das pessoas. E as instituições católicas de educação oferecem uma abordagem diferenciada, em que o aprender

Leia mais »