Colégio Rosário Curitiba é destaque em Encontro Internacional

Thumb_Evento-Instituto-Casagrande

O trabalho realizado com os Círculos Restaurativos tem se destacado e o Colégio Rosário foi convidado pelo Instituto Casagrande para participar do “Encontro Internacional – Comportamento, Saúde emocional e Violência nas Escolas”.

No último dia 26 de julho, a Diretora Miriam Gulin partilhou a experiência com os Círculos Restaurativos e apresentou o seu ponto de vista enquanto gestora do colégio.

“Vejo os círculos como uma oportunidade de olhar para cada estudante, para cada colaborador, para cada família. Olhar os detalhes daquele momento. E sentir que nós podemos estar atentos às necessidades do outro, podemos ser luz para aqueles anseios revelados.” – comenta Miriam.

A participação do Colégio Rosário neste evento contribuiu para dinamizar uma boa prática para lidar com a diversidade de situações de vulnerabilidade socioemocional, que tem se tornado cada vez mais evidente no ambiente escolar no mundo pós-pandemia.

“Notamos que a pandemia trouxe um cenário que exigiu atenção especial para a resolução de conflitos que surgiram com o uso intensificado – e por vezes inconsequente – das mídias digitais, o que ocasionou prejuízo na cultura da paz, do diálogo, e da escuta atenta.” – complementou a diretora. 

Durante a sua fala, a Diretora Miriam chamou a atenção para a articulação do fazer pedagógico do Rosário com o propósito da cultura do diálogo e da paz e agradeceu à Dr.ª Angela Mendonça (profissional que assessora o colégio) por nos apresentar e conduzir com maestria nossos passos na implementação da prática dos Círculos Restaurativos.

O trabalho desenvolvido pelo Colégio Rosário Curitiba com os Círculos de Paz foi inspiração para diversas outras instituições participantes do encontro, fazendo adesão às seguintes temáticas abordadas no evento:

– Construindo uma cultura de paz: estratégias para resolução de conflitos.

– Estratégias de intervenção e suporte emocional para alunos em situação de risco.

– Saúde mental de alunos e professores: identificação e apoio.

– Relação escola-família: parceria para um ambiente seguro e saudável.

– Inclusão e diversidade: combatendo o bullying nas escolas.

Leia também:

#SomosEducaçãoCatólica

A educação deve atuar em favor da vida e das pessoas. E as instituições católicas de educação oferecem uma abordagem diferenciada, em que o aprender

Leia mais »